A Semana Santa e as 7 Palavras do Cristo

A Semana Santa é a época de fazer profundas reflexões sobre o que é este maravilhoso Drama, apresentado por Deus feito homem, que nos ensinou como o homem nasce e cresce através de uma lei mecânica natural, mas que depois de ter uso da razão necessita realizar grandes mudanças a nível Físico, Psicológico e Mental  para poder modificar seu destino e conduzir a vida até o Despertar da Consciência e a Conquista do Ser.

Este magno evento Cósmico sucede-se em todos os planetas de nosso Sistema Solar, pois é um Drama do Cristo Sol, e consequentemente, também se sucederá dentro do homem, em seu mundo físico e em seus mundos internos, para que os corpos ou veículos que conformam a constituição interna desse homem se transformem, tornando-se aptos e preparados para o Advento do Ser.

O Cristo Cósmico, criador deste maravilhoso Drama, vive e palpita no coração de todos nós e de acordo ao trabalho espiritual que estejamos fazendo, nascerá, crescerá, se fará Homem e nos libertará, dando-nos uma resposta clara e precisa de que o Cristo não pertence a um Ontem, nem a um Amanhã, senão que a um Eterno Agora.

Há mais de 2000 anos, milhões de pessoas têm repetido com entusiasmo a história de um acontecimento Cósmico como foi a Morte e Ressurreição de Nosso Senhor o Cristo, mas poucos refletiram que esse acontecimento não foi só para a pessoa de Jesus, senão, do Cristo, que é Universal, vibra e palpita no coração de toda a Humanidade.

O Grande Mestre Jesus tornou público o caminho de todo homem que busca sua redenção e união com Deus, deixando esculpido na Cruz esse lindo Drama e  com suas ternas e sábias palavras que disse no momento de sua Crucificação. 

1ª) “Pai, perdoa-os por que não sabem o que fazem”; recordando-nos o fundamento de sua Doutrina, que é o Amor.

2ª)Hoje estarás comigo no Paraíso”; recordando-nos esse Eterno Agora, esse presente, esse momento de Deus….Hoje!

3ª)Mãe, ai está teu filho, filho ai está tua mãe”; recordando-nos esse solene compromisso que temos com nossa Divina Mãe, a qual nos leva pelo caminho da Redenção.

4ª) Pai, por que me abandonaste?”; recordando-nos aqueles momentos difíceis que todos temos que passar e fazendo-nos ver que quando estamos longe de nosso Pai, não somos nada.

5ª)Tenho sede”; recordando-nos a essa fonte eterna de vida, a energia criadora, que todos temos e que se não bebermos dela, nosso Cristo não se fará homem e nunca teremos nossa Redenção.

6ª)Tudo está consumado”; recordando-nos que nele se conjugou aquele extraordinário Drama da Vida e da Morte. Sem a morte não teríamos a vida e sem a vida não teríamos a morte, mistério glorioso da Cruz, que ele nos deixou como caminho que conduz à nossa Liberação.

7ª)Em tuas mãos encomendo meu Espírito”; recordando-nos que no momento de nossa morte, quando há uma obra feita, o Pai é o que recebe o Filho em recompensa de um dever cumprido.

Que todo ser humano possa entender e viver em seu íntimo os Mistérios Crísticos,  para que assim floresça nesse aflito planeta, a “Flor de Loto” símbolo do Espírito de cada um.

Que na Semana Santa todos possam sentir-se partícipes desse Drama Cósmico, sentindo a presença do Cristo Íntimo naquela Cruz, que representa a vida de cada um, cheio de coragem e força, para morrer, ou seja, eliminar todos os elementos negativos que vivem dentro do homem, e logo Ressuscitar dentro de seu próprio sepulcro, glorificando ao Pai como testemunho de que através de um trabalho espiritual individual de cada um, essa Mística união entre o Homem e Deus é possível!

Mário Lima

Compartilhar
× Olá, em que posso ajudar?